26 de nov de 2009

Como atualizar os drivers para o Windows 7



A cada vez que um disco rígido é formatado e o sistema operacional é reinstalado, ou mesmo quando é instalado pela primeira vez, são necessárias as instalações dos drivers corretos para que assim os dispositivos de hardware e os softwares instalados no computador consigam se comunicar corretamente e, por consequência, o computador possa funcionar da maneira adequada, sem problemas de desempenho ou incompatibilidade.

A instalação dos drivers errados ou a não instalação de softwares controladores pode causar grandes conflitos durante a utilização do Windows, como mau funcionamento da placa gráfica (que pode chegar a travar), ausência de sons e outros tantos problemas que muito incomodam até os mais calmos dos usuários dos sistemas operacionais da Microsoft.

Sistemas novos, como o Windows 7, oferecem certa dificuldade na hora da obtenção de drivers, pois as empresas desenvolvedoras de peças demoram um pouco até disponibilizar softwares que sejam 100% compatíveis. 

Os usuários do Windows 7 têm uma grande vantagem, se comparados aos primeiros usuários de sistemas como o Windows XP e Vista, pois pela primeira vez, a grande maioria dos drivers compatíveis com um antecessor funcionam com o sistema atual. É o caso do Windows 7, que pode usufruir dos controladores de dispositivos disponíveis para o Windows Vista, mas é importante atualizá-los para evitar problemas.

Chega de desespero
Como atualizar os drivers do Windows 7?

Primeiramente, você deve baixar os drivers mais recentes do site do desenvolvedor da peça. Feito isso, é necessário que o “Painel de Controle” seja aberto e o mesmo deve ser feito com a opção “Gerenciador de Dispositivos”. Na nova tela, o hardware que terá o driver atualizado deve ser localizado, após isso, é necessário clicar com o botão direito do mouse e em seguida escolher “Propriedades”.

A opção “Atualizar Driver” fica visível e, após clicar nela, você deve escolher “Procurar software de Driver em meu computador”. Em uma nova janela, selecione “Permitir que eu escolha em uma lista de drivers de dispositivo no computador”. Clique em “Com disco” e localize o arquivo baixado. Com o arquivo localizado, você deve mandar abrir o arquivo INF.
É muito simples encontrar
Na caixa de diálogo aberta, clique em “Instalar” para em seguida clicar em “Avançar”. É importante ter certeza da procedência do controlador baixado, e recomenda-se instalá-lo apenas se o software for realmente do fabricante, caso contrário, há riscos de que o arquivo seja malicioso.

Caso tenha seguido as instruções corretamente, o driver terá sido instalado perfeitamente. Para finalizar o processo, basta seguir as instruções do sistema operacional e reiniciar a máquina assim que pedido.
Onde baixar os drivers corretos para o Windows 7?

Calma, usuário, não é necessário arrancar os cabelos e perder horas em sites desconhecidos para encontrar os arquivos que você precisa. O portal Baixaki disponibiliza os links para as páginas dos principais fabricantes de computadores, para que você possa economizar tempo no processo de atualização.

Asus

Tanto placas-mãe com compatibilidade 32 bits, quanto as de 64 bits, da Asus , possuem drivers necessários para o bom funcionamento do Windows 7. Clique aqui para acessar o site da fabricante.

ATI

As poderosas placas de vídeo da ATI também podem ser instaladas em computadores com o Windows 7. Baixe os drivers para sistemas 32 bits ou 64 bits.

COMPAQ

Os computadores de mesa e notebooks da Compaq estão sendo vendidos com o Windows 7, mas os que foram adquiridos ainda com o Windows Vista e tiveram upgrade de sistema podem baixar os drivers aqui.

Creative Sound Blaster

As placas de áudio mais cobiçadas do mercado já podem ser instaladas no novo sistema operacional da Microsoft. Clique aqui para adquirir os drivers indicados.

Dell

A montadora de desktops e laptops está disponibilizando os drivers para Windows 7 através deste link.

Drivers devem estar integrados como engrenagens


HP

A gigante da informática oferece aos usuários, drivers para desktops, laptops e tablets, também estão disponíveis drivers para impressoras e scanners. 

Intel

Para placas-mãe da Intel, os drivers para Windows 7 estão disponíveis neste link. Para chipsets, este deve ser o link.

Lenovo


A Lenovo disponibilizou os drivers para Windows 7 através de sua página de suporte, que pode ser acessadaaqui.

Lexmark

A Lexmark, fabricante de impressoras, disponibiliza em sua página uma lista de drivers compatíveis com o Windows 7. O site também diz se é melhor migrar para o novo driver, ou se sua impressora funciona perfeitamente com o do Windows Vista.

Tudo funciona perfeitamente com os drivers corretos


nVidia

Para atualizar os drivers da placa de vídeo, em sistemas 32 bits, clique aqui. Para sistemas 64 bits, clique aqui.

Realtek
As placas de rede da Realtek não correm mais o risco de ficarem inutilizadas, clique aqui e baixe os novos drivers para garantir o funcionamento perfeito.

Sony

Não há mais como o Vaio ficar sem rodar alguns programas. Clique aqui para encontrar os drivers da Sony para o Windows 7.


Toshiba

A página de suporte dos computadores da Toshiba possui os novos drivers e pode ser acessada por aqui.
Não consegui encontrar os drivers, e agora?

Caso seu sistema não esteja em nossa lista, não se desespere. Os drivers do Windows Vista são compatíveis com a maioria das peças instaladas no Windows 7 e podem continuar instalados sem problemas, mas em alguns casos é necessário executá-los em modo de compatibilidade. 

Encontre, em seu computador, o software de controle que deseja instalar, clique com o botão direito sobre ele, então selecione a opção “Solucionar problemas de compatibilidade”. Clique em avançar até chegar à tela de escolha do SO que deseja utilizar como base, escolha “Windows Vista” para maximizar as chances e instale normalmente o driver para o dispositivo.

Escolha

Após concluir as etapas, o driver está instalado e você pode utilizar seus dispositivos de hardware sem problemas, mas é importante ficar atento aos sites dos fabricantes, pois em breve novos drivers devem ser lançados para o Windows 7.
Faça um diagnóstico de sistema

Caso não saiba quais os drivers que estão instalados em seu computador, mas também não tenha paciência para verificar todos os dispositivos para encontrar as respostas, o portal Baixaki recomenda a utilização de softwares de diagnóstico de sistema, que fazem listas detalhadas do que há no disco rígido.

São indicados programas como Driver Detective e DriverScanner. Ambos fazem listas dos dispositivos instalados e exibem relatórios acerca dos drivers relacionados a eles, indicando quais estão atualizados e quais necessitam de atualizações.  

O portal Baixaki espera ter sanado as dúvidas dos usuários que estão tendo problemas com os dispositivos instalados no novo sistema operacional da Microsoft. Estima-se que em poucos meses a grande maioria das peças tenha drivers atualizados - pelo menos é que se espera das grandes fabricantes. Por enquanto, recomenda-se o uso dos controladores oficiais para Windows Vista, pois softwares alterados por usuários podem ser danosos ao sistema e às peças do hardware.

23 de nov de 2009

Como instalar e usar o Ultimate Boot CD

Aprenda como fazer com que o Ultimate Boot CD seja executável a partir de um CD qualquer.


Ao baixar o Ultimate Boot CD muitos usuários acabam sem saber como usá-lo, uma vez que ao executá-lo nenhum programa é capaz de fazê-lo funcionar. Isso ocorre porque você baixa uma arquivo ISO, ou seja, uma imagem que serve para ser gravada em um CD. Ou seja, para usar o Ultimate Boot CD você precisará gravá-lo em um disco de dados.

Para isso, primeiramente faça o download do arquivo supracitado (o link está logo após o final deste artigo). Depois, utilize a opção que grava imagens ISO de algum programa gravador de discos. Feito isso, basta inserir o CD gravado no drive e reiniciar o computador!

Como uso o Ultimate Boot CD?

Usar esse programa não é para qualquer tipo de usuário, mas sim, somente indicado para aqueles usuários “geeks” de computador que sabem ler em inglês, uma vez que suas funções podem influenciar diretamente no desempenho do seu computador.

Uma vez iniciado o Ultimate Boot CD você deverá navegar pelas suas opções usando as setas direcionais do seu teclado, enquanto para acessá-las você usará a tecla Enter e a tecla Esc para voltar ao menu anterior ou fechar programas. Ao deixar o cursor em cima de uma opção, a descrição sobre o que ela faz irá aparecer, ou seja, leia-a antes de alterar quaisquer coisas.

Letras de cores diferentes representam comandos

Dependendo do programa executado (lembrando que o Ultimate Boot CD é um pacote com mais de 70 programas distintos), você poderá navegar da mesma forma navegada no menu principal, porém em alguns você deverá selecionar as opções através dos seus respectivos números. Já em outros será necessário pressionar diferentes teclas para acessar suas opções, sendo elas determinadas de acordo com uma letra de cor diferente das demais.

O problema de alguns programas é que após fechados eles não retornam ao menu principal, fazendo com que você tenha que pressionar as teclas Ctrl + Alt + Del para reiniciar o seu computador, podendo assim voltar para a tela inicial do Ultimate Boot CD.



O Internet Explorer 9 vem aí

Quais as novidades que a Microsoft promete para a nova versão de seu navegador?

A internet não para de evoluir e muitas empresas estão correndo atrás deste público e mercado consumidor, apostando em inovações e tecnologias que sejam atrativas para os usuários da rede mundial. Essa corrida em busca de melhorias torna-se evidente especialmente com relação à ferramenta fundamental para o acesso a internet: o navegador.
A guerra dos navegadores em busca de sua fatia de mercado já foi tema para vários debates e especulações. Os desenvolvedores tentam cada vez mais oferecer atrativos relacionados, especialmente, à performance e à segurança. Embora seja o navegador mais utilizado pelos usuários, o Internet Explorer tem deixado um pouco a desejar em comparação aos seus atuais concorrentes.
A tradicional logo do Internet Explorer
Entretanto, dia 18 de novembro, durante o segundo dia da “Professional Developers Conference”, a Microsoft demonstrou uma versão de testes do IE 9. Embora a apresentação não tenha dado ênfase à interface do navegador nem se haverá mudanças significativas nela, muito foi demonstrado com relação ao motor (“engine”) do futuro novo browser da Microsoft.

A Microsoft continuará utilizando o Trident como motor, desmentindo rumores de que talvez fosse adotado o WebKit (motor dos navegadores Safari e Google Chrome) - porém o objetivo é aperfeiçoar cada vez mais o Trident. A Microsoft aposta no IE9 como seu novo gigante no mundo dos navegadores.
Melhorar para  fidelizar
Uma coisa é fato: a Microsoft já havia feito grandes melhorias no IE8 quando comparado com as versões anteriores do navegador e, ao que parece, pretende fazer realmente bonito para a futura versão do browser. O time de desenvolvimento do IE procurou focar seus esforços para melhorar o Trident aproveitando a evolução ocorrida no mundo da tecnologia.
Assim, a empresa procurou fazer com que as capacidades e vantagens presentes no Windows (especialmente na nova versão) fossem aproveitadas ao máximo. Outra premissa utilizada é que os computadores estão cada vez dotados de mais recursos e que estes também poderiam ser empregados para otimizar o desempenho do navegador.
Quais são as novidades da futura nova versão?
Os principais objetivos que a Microsoft buscou atender para a nova versão de seu navegador foram melhorias com relação a segurança e performance e ao mesmo tempo torná-lo mais compatível com a tecnologia e padrões adotados pela internet.
Isso posto, duas das principais novidades do IE9 são o suporte para HTML 5 e CSS3. Segundo o time de desenvolvimento, a equipe tem trabalhado nesta nova versão há apenas três semanas, e no estado atual, o IE9 atingiu 32 (dos 100) pontos do teste Acid3 (que verifica como o navegador se saí com CSS3).
Desempenho do Acid3 obtido pelo IE9
Ao invés de utilizar o GDI (“Graphical Device Interface”), pretende-se empregar a aceleração via hardware 2D do DirectX. O Direct 2D possui, de uma forma geral, um desempenho mais otimizado para elementos gráficos, o que faz com que quando o navegador venha a precisar carregar gráficos e animações, isso seja feito de forma mais rápida.
O Direct 2D também possui uma tecnologia que permite suavização de texto quando aparece na tela, de forma que será menos cansativo ler no navegador. Adicionalmente, o IE9 vai utilizar a GPU para acelerar a renderização das páginas, recurso que pode ser aplicado para carregar elementos em CSS, DHTML e JavaScript.
Suporte para bordas arredondadas
É impossível negar como a internet utiliza comandos em JavaScript e esse é outro aspecto que a Microsoft vai melhorar no IE9. Embora o time de desenvolvimento não tenha apontado muitos fatores neste aspecto, eles prometem melhorar a arquitetura utilizada para interpretação de JavaScript, melhorando expressivamente o processamento da linguagem pelo navegador.
Inclusive, em um dos vídeos publicados pelo “Channel 9”, John Montgomery, um dos líderes de desenvolvimento do time do IE no quesito compatibilidade com feramentas da internet, mostra resultados (melhores) obtidos no teste SunSpider para a velocidade de JavaScript.
Resultados do teste de velocidade SunSpider para o IE9
Fidelizar para conquistar
É impossível negar que os usuários buscam essencialmente velocidade e segurança nos navegadores. Ao menos de acordo com as impressões passadas pelo time de desenvolvimento do IE, estas são algumas das grandes apostas para a próxima versão do browser.
Como resultado, a Microsoft espera que todas essas melhorias venham a reconquistar os usuários do IE que acabaram optando por um navegador da concorrência (visto que perderam uma boa fatia de seu mercado para o Firefox recentemente), além de agradar a cada vez mais pessoas.
Por ora, a Microsoft ainda não anunciou oficialmente quando a versão do Internet Explorer 9 estará disponível para o público, mas certamente a notícia do desenvolvimento com as novidades que serão implementadas já é algo muito interessante para os fãs deste navegador.

17 de nov de 2009

Como criar um drive virtual gratuito de 25 GB

skydrive-explorer2.jpg




O SkyDrive é um recurso do Windows Live no qual você tem um drive virtual com 25 GB de espaço para guardar arquivos (no máximo de 50 MB cada um).
É totalmente gratuito e para usá-lo basta ter uma conta no MSN. Mas toda vez que você quiser copiar arquivos para o SkyDrive, é necessário carregar o navegador e logar na página para ter acesso ao serviço.
Para encurtar o caminho, que tal ter acesso ao serviço como se fosse uma unidade de disco do Windows? O programa SkyDrive Explorer ajuda a fazer isso. E é muito simples. Baixe o arquivo de 1,3 MB no site do desenvolvedor e execute o programa. O processo não leva nem 20 segundos e, aparentemente, não acontece nada.
Mas ao clicar em Meu Computador, você verá o ícone de nome SkyDrive, como na figura abaixo. Se você estiver logado no MSN, é só clicar no drive e começar a usar seus 25 GB extras. Caso não esteja, uma tela aparece para você digitar seu usuário de MSN.



skydrive-explorer1.jpg
Parte da tela do Windows Explorer, com o atalho para o SkyDrive

Proteja seu PC contra a primeira vulnerabilidade do Windows 7


Um novo exploit descoberto na sexta-feira (13/11) pela Microsoft tem capacidade para travar o sistema  Windows 7. Classificada como uma falha de Zero Day (vulnerabilidade explorada antes que seja encontrada uma solução), esta falha encontra-se no Server Message Block (SMB), um protocolo criado pela empresa que forma o backbone de compartilhamento de arquivos do Windows.
Quando explorada, a falha pode atingir os sistemas a ponto de o único método de recuperação ser o desligamento manual do computador. Especialistas explicam que a exploração dessa vulnerabilidade ocorre quando um usuário tenta navegar no Windows Share que estiver hospedado em um servidor adulterado. No Windows 7, processo de denial of service (negação do serviço) irá ocorrer assim que for digitado‘\\\' na caixa de pesquisa.
Além do Windows 7, a vulnerabilidade atinge também o sistema Windows Server 2008 R2. E embora existam algumas especulações de falhas sendo exploradas, até o momento não há nenhuma confirmação de ataque.
Mas como o erro só pode ser explorado para incapacitar um computador, e a vulnerabilidade não permite a instalação de códigos maliciosos no Windows 7, é muito provável que hackers não utilizem esta falha para atacar.
De qualquer forma, você pode minimizar os riscos ao bloquear o tráfego SMB em seu roteador ou firewall, evitando que ameaças externas possam atacar seu sistema e sua rede. Para isso, basta bloquear as portas TCP 135 até 139. Já bloquear a porta 445 irá prevenir que tráfegos SMB externos entrem em sua rede.
Com o firewall bloqueado, a ameaça ainda persiste dentro do seu sistema, mas os sistemas internos da rede devem ser mais confiáveis do que aqueles encontrados na internet. Você também pode bloquear as portas da rede interna, mas você pode ficar impossibilitado de acessar arquivos e pastas localizados nessa área.
Porém, com esses ajustes o firewall não irá proteger seu sistema contra ataques externos. Existe outra vertente de ataque baseado no Internet Explorer. Incluindo um arquivo em compartilhamento no HTML de uma página, a falha pode ser explorada. Mas, novamente, o resultado será apenas uma negação de serviço.
Até que a Microsoft complete suas investigações sobre o acontecido e libere uma correção para isso, você deverá ficar atento e evitar links suspeitos e maliciosos nas páginas da internet. Devido à limitada negação de serviço para os hackers, as chances de você ver algum ataque em ação são pequenas.
A Microsoft descreveu o Windows 7 como o sistema operacional mais seguro já desenvolvido pela empresa, mas “mais seguro” não quer dizer impenetrável. Embora seja mais seguro que o Windows XP, a notícia sobre esta vulnerabilidade no novo sistema certamente obscurece o fato de a Microsoft não ter incluído o Windows 7 em seu último pacote de atualizações, o Patch Tuesday.

Crackers têm novo jeito de ativar Windows 7

Crackers têm novo jeito de ativar Windows 7



Um grupo de crackers descobriu uma nova forma de ativar versões ilegais do Windows 7 e do Windows Server 2008 R2.


A técnica permite que usuários acessem todas as funções do sistema sem a necessidade de utilizar a chave de ativação que acompanha as cópias originais do produto.


Segundo o My Digital Life, o crack é similar ao utilizado para burlar o recurso de ativação do Windows Vista, que já foi corrigido pela Microsoft na versão. O problema é que o Win 7 apresenta o mesmo problema que, segundo a MS, deve receber atenção em breve.


“Nós já estamos sabemos do problema e estamos trabalhando e sua solução”, afirmou um representante da empresa de Redmond ao site The Register.


O crack funciona anulando o arquivo conhecido como sppcompai.dll, que invalida a ação do Windows Activation Technologies, Software Protection Platform e do Software Licensing Client. Todos desenvolvidos para validar as cópias do SO.


Usuários com cópias ilegais e não registradas recebem constantes mensagens de segurança do sistema, informando que a máquina pode estar infectada com ameaças digitais, como malware e vírus.



13 de nov de 2009

Firefox é o mais defeituoso, diz empresa

Firefox é o mais defeituoso, diz empresa

A Cenzic, que trabalha com segurança de aplicações na web, afirmou que 44% de todas as falhas em navegadores vêm do Mozilla Firefox.

Segundo a empresa, o segundo lugar fica com o Safari, com 35%, seguido do Internet Explorer e do Opera, com 15% e 6% respectivamente.

Os dados foram taxados como imprecisos, já que não há uma leitura da gravidade dos erros apontados. Em entrevista ao site El Register, Thomas Kristensen, CTO da Secunia, afirmou que para fazer uma comparação honesta, é preciso se aprofundar nos dados e não apenas citar números.

“A maioria dos relatórios de mídia da pesquisa realizada pela Cenzix falham por apontar a apenas a contagem das vulnerabilidades”, apontou a publicação.

O profissional da Secunia completa dizendo que uma pesquisa confiável deve incluir o tipo de vulnerabilidade, os erros de código, o impacto dos problemas, o tempo que o desenvolvedor levou para resolvê-lo e a facilidade para o usuário aplicar a solução.


Fonte: Info


Windows Server 2003 Curso Completo

Este livro mostra como implementar, gerenciar e administrar uma rede de computadores baseada em servidores com o Windows Server 2003, detalhando desde a instalação do sistema até os serviços de rede, como Active Directory, DNS, DHCP, WINS, RRAS, certificados digitais, IIS e outros. BaixaMe.net

Descrição: Este  mostra como implementar, gerenciar e administrar uma rede de computadores baseada em  com o Windows Server 2003, detalhando desde a instalação do sistema até os serviços de rede, como Active Directory, DNS, DHCP, WINS, RRAS, certificados digitais, IIS e outros.
A obra auxilia no aprendizado de novas funcionalidades do sistema, as configurações de segurança, desempenho, funções de rede e Internet. O autor mostra como personalizar a nova interface e as novas funcionalidades, como implementar uma política de backup/restore dos dados, e como usar o compartilhamento de Internet e o firewall de proteção na Internet.

Windows Server 2003 - Curso Completo também disponibiliza exemplos passo-a-passo, detalhadamente explicados, sobre cada tópico contido no livro, seguindo com explicações de todos os itens de cada tela de
configuração dos serviços apresentados.
Júlio Batisti é aprovado em 30 
Cursos
certificados pela Microsoft.
MCP2000 e 2003, MCP+I, MCSE +I, MCSE 2000, MCSE 2003, MCSA 2000, MCSA 2003, MCSD e MCDST.

Tamanho: 9.80 Mb
Formato: Pdf
Tipo: Curso
Idioma: Portugues


12 de nov de 2009

Dez downloads essenciais para quem já tem o Windows 7


Windows 7 pode ser recente, mas isso não impede que você possa encontrar ferramentas baratas ou gratuitas para melhorar suas configurações, complementar suas características ou facilitar o upgrade a partir do Windows XP ou do Vista.
Atenção leitor: antes de executar qualquer programa em seu computador, principalmente os que fazem alterações no Registro do Windows ou modifiquem informações em seu HD, lembre-se de fazer um backup de segurança do registro do sistema, criar um ponto de restauração e fazer backup dos seus dados.

Assim como seus antecessores, o Windows 7 não fornece uma proteção embutida contra malwares, como vírus e spywares (e nem possui firewall também). Se quiser o usuário pode optar pelos serviços de segurança pagos da McAfee ou Symantec.

securityessentials.jpg
Mas quem é usuário de um sistema operacional Windows original pode obter a mesma proteção, porém gratuitamente. O pacote de segurança Microsoft Security Essentials oferece uma sólida proteção para PCs domésticos e é gratuito. Mas se preferir há outras opções gratuitas de terceiros disponível para download.


Os mais determinados a fazer um upgrade do XP para o Windows 7 sabem que terão um processo chato pela frente, que inclui entre outras coisas, a necessidade de reinstalar todos os aplicativos.
ninite.jpg
Mas em vez deste processo doloroso, você pode optar por baixar todos os seus programas gratuitos e de código aberto de uma só vez, com o Ninite. Primeiro acesse o site do Ninite e escolha os programas que deseja (por exemplo: Firefox, iTunes e Skype).
Então baixe o Ninite, que irá instalar todos esses aplicativos novamente no seu PC, sem a introdução adicional de crapwares. O programa é gratuito e somente para uso pessoal.

Para manter o Windows 7 em ordem – e evitar um sistema lento, como era o Vista – a Microsoft deixou de fora alguns utilitários. Um exemplo é o Photo Gallery, gerenciador e editor de imagens gratuito e fácil de usar.

photogallery.jpg
Vale um download, especialmente se você não estiver usando o Google Picasa para organizar suas fotos e vídeos.

Se você está fazendo upgrade para o Windows 7, a partir do XP ou Vista, então dê uma especial atenção para este download gratuito, que ajuda a copiar arquivos e configurações de um PC para outro (o Windows Easy Transfer já vem embutido no Windows 7).

windowseasytransfer.jpg
A nova versão do Easy Transfer traz um explorador de arquivos, que simplifica a tarefa de selecionar arquivos específicos que se queira copiar. O programa não irá travar se passar por um arquivo ou configuração que não pode mover.
Além disso, o utilitário da Microsoft irá completar a transferência e então providenciar um relatório detalhado de tudo que não pode copiar. O lado negativo: o Easy Transfer não irá copiar seus programas e aplicativos, mas apenas os arquivos de usuários.
Para uma conexão de PC para PC, você irá precisar de um cabo Easy Transfer (cerca de 20 dólares). Outras opções de transferência incluem USB flash drive, disco rígido externo ou conexão de rede.

Esta ferramenta gratuita de customização consegue detectar se você está rodando o Windows 7 ou Vista, e oferece apenas as opções relativas ao seu sistema.

ultimatewindowstweaker.jpg
O programa oferece diversas opções de configurações para a Interface do Usuário, redes, segurança e ajustes do sistema. Se sua intenção é personalizar, então esta é a ferramenta ideal para você.

Se o Windows 7 já possui um compactador de arquivos embutido, você deve estar se perguntando porque precisaria da nova versão do WinZip, correto? Se você raramente utiliza arquivos zip, provavelmente não irá precisar.

winzip400.jpg
Mas quem realmente usa esse tipo de arquivo irá agradecer pelas melhorias do WinZip 14, que simplificou o processo de zipagem no Windows 7. Esta última versão também oferece boas taxas de compressão. Esta versão custa 30 dólares, mas também pode ser baixada como Trial.

O Windows 7 pode ser mais fácil de usar que o Vista e XP, mas as tarefas de diagnóstico e manutenção continuam complicadas. O EnhanceMySe7en é útil para qualquer um que queira fazer uma limpeza no sistema.

enhancemyse7en.jpg
Este utilitário gratuito convenientemente ajuda você a selecionar quais programas podem carregar durante a inicialização; permite que você monitore o desempenho do seu disco rígido; e também possibilita que realize alguns ajustes no Registro – se tiver conhecimento.

Vai precisar redimensionar imagens no Windows 7? Então este utilitário irá facilitar o trabalho. Após instalar o programa, clique com o botão direito do mouse sobre uma ou mais imagens.

imageresizer.jpg
Você poderá selecionar uma entre quatro opções de tamanho: pequena (640 por 480 pixels), média (800 por 600 pixels), grande (1024 por 768 pixels), ou para PC de bolso (240 por 320 pixels). Mas você também pode criar tamanhos personalizados.

Este pacote com 16 ferramentas da Systerac tem tudo que você precisa para manter seu Windows 7 rodando facilmente. Você pode melhorar o desempenho e a aparência do Windows, otimizar a memória, limpar o disco rígido, cobrir seus rastros eliminando arquivos, entre outros.

systerac.jpg
A interface do programa é esteticamente atraente, bem organizada e intuitiva. A versão de 20 dólares para Windows 7 também roda no Vista.

Não faça o upgrade para o Windows 7 sem antes baixar este utilitário gratuito da própria Microsoft. O programa faz uma varredura do seu PC verificando se o mesmo está apto para receber o Windows 7.

upgradeadvisor.jpg
Se ele detectar qualquer problema em potencial – como memória insuficiente, hardware incompatível ou software desatualizado – você será informado através de um relatório.
Fonte: PC WORD